Ir para conteúdo


Ir para conteúdo

Prefeitura
Acompanhe-nos:
Facebook
Youtube
SnapChat
Instagram
Notícias
Principal   Notícias
 
04/04/2017
› Dia ´D´ da Campanha de Vacinação contra a Febre Amarela e Caxumba acontece dia 22

A Diretoria de Saúde de Bariri reforça o alerta para imunização contra febre amarela e caxumba. O Dia D da Campanha de Vacinação Contra Febre Amarela e Caxumba acontece no sábado, dia 22, das 8h às 15h. Com o retorno da circulação do vírus da febre amarela em algumas regiões do país, o município de Bariri, está reforçando a vacinação gratuita no Centro de Diagnose e UBS 2 em Bariri.

De acordo com a DRS - Diretoria Regional de Saúde, a região de Bauru é considerada de risco para a transmissão da febre amarela e pede aos municípios atenção redobrada para intensificar a imunização.

A enfermeira responsável pela campanha de prevenção, Angélica Fanti Moço, pede para que as pessoas procurem as unidades de saúde com a carteira de vacinação para que um profissional de saúde avalie a necessidade da atualização. “As vacinas contra febre amarela e a tríplice viral – protege contra o sarampo, caxumba e rubéola fazem parte do calendário de rotina e são disponibilizadas a partir dos 9 meses de idade”.

Os principais sintomas da febre amarela são: febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (pele e olhos amarelados) e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e bexiga). 

Já os sintomas da caxumba são febre, calafrios, dores de cabeça, musculares e ao mastigar ou engolir, além de fraqueza. 

O Setor de Vigilância Epidemiológica já toma as providências necessárias, como monitoramento, visitas de rotina, orientação, pulverização, mutirão de limpeza, bem como o bloqueio de criadouros do mosquito Aedes aegypti, que além de transmitir a dengue, o zika e a febre do chikungunya, transmite ainda a febre amarela.
 
As unidades de saúde para vacinação são: Centro de Diagnose e Especialidades Dr. José Dorly Borges, localizada na Rua Campos Sales, 602, Centro e na Unidade Básica de Saúde Nassima Bussada Romero - UBS 2, localizada na Avenida Padre João Eid, 500 (Posto Verde Soma 2) no Bairro Domingos Aquilante, permanecem em funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h. 

Febre Amarela 

A febre amarela ocorre nas Américas do Sul e Central, além de em alguns países da África e é transmitida por mosquitos em áreas urbanas ou silvestres. No ciclo silvestre, em áreas florestais, o vetor da febre amarela é principalmente o mosquito Haemagogus. Já no meio urbano, a transmissão se dá através do mosquito Aedes aegypti. 

Além da vacina contra a febre amarela, a prevenção da doença deve ser feita evitando a disseminação do mosquito transmissor. Recipientes como caixas d'água, latas e pneus com água parada são ideais para que a fêmea do mosquito deposite seus ovos, de onde nascerão larvas e se tornarão mosquitos. 
Portanto, deve-se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Outras medidas de prevenção são o uso de repelente de insetos e mosquiteiros.

Caxumba

A caxumba é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus, tendo como principal característica a presença de uma parotidite (inflamação de glândulas salivares).
Seus primeiros sintomas são febre, calafrios, dores de cabeça, musculares e ao mastigar ou engolir, além de fraqueza. Uma das principais características da doença é o aumento das glândulas salivares próximas aos ouvidos, que fazem o rosto inchar. Nos casos graves, a caxumba pode causar surdez, meningite e, raramente, levar à morte. Após a puberdade, pode causar inflamação e inchaço doloroso dos testículos (orquite) nos homens ou dos ovários (ooforite) nas mulheres e levar à esterilidade. Por isso, é necessário redobrar a atenção nestes casos e ter acompanhamento médico.

Altamente contagiosa, a caxumba é causada pelo vírus Paramyxovirus, transmitido por contato direto com gotículas de saliva ou perdigotos de pessoas infectadas. Costumam ocorrer surtos da doença no inverno e na primavera e as crianças são as mais atingidas.

A melhor maneira de evitar a caxumba é através da vacinação aos 12 e 15 meses de vida. Caso uma pessoa seja afetada, ela não deve comparecer à escola ou ao trabalho durante nove dias após início da doença. É preciso, ainda, desinfectar os objetos contaminados como secreções do nariz, da boca e da garganta do enfermo. A vacinação de bloqueio é recomendada para quem manteve contato direto com pessoas doentes.

Mais informações pelo telefone (14) 3662-4644 ou através do e-mail: diagnose@bariri.sp.gov.br
 

 
 
 

 
LocalizaçãoLOCALIZAÇÃO:
Rua: Francisco Munhoz Cagarra, nº 126 - Centro
CEP: 17250-000
Atendimento: Atendimento de segunda a sexta, das 08:00 às 17:00 horas.
Fone para Contato: (14) 3662-9200
Newsletter
© Copyright Instar - 2006-2017.
Todos os direitos reservados - Instar Internet

icone instar © Copyright Instar - 2006-2017. Todos os direitos reservados.